sexta-feira, 31 de outubro de 2008

O Barbeiro de São Pedro da União





As pessoas da cidade contam que Joanico era um homem sem cerimônia, largava mesmo o cliente em sua cadeira e saía para ver os acontecimentos da rua. João Custódio Vieira, o Joanico, era barbeiro, e dos bons, mas tinha essa mania. Podia ser qualquer acontecimento da rua, Folia de Reis, futebol entre cidades vizinhas e até sanfoneiros itinerantes. Chegava a deixar as pessoas esperando um bom tempo enquanto “breganhava” um cavalo com os ciganos em troca de uma peruca. Mas era um barbeiro de mão cheia e muito querido pelos moradores de São Pedro da União (MG), tanto que não faltaram contribuições para o vídeo de Francisco Tadeu Pereira, neto de Seu Joanico, para o Revelando os Brasis Ano III.

Em quinze minutos, ele narra um dia na vida de seu avô, quando um estranho entra na barbearia e pede um corte de cabelo, mas é interrompido por diferentes acontecimentos. O cliente, na verdade um jornalista que estava à procura de causos para contar, perde o dia na barbearia, mas sai cheio de histórias.
Tadeu não foi longe para escolher seu atores, na verdade isso fazia parte do que planejava para o seu projeto. “Queria que o meu vídeo fosse algo que envolvesse pessoas da minha cidade, para ser justamente um pequeno passo para a carreira de cada um”, disse. Para isso, e também para manter a qualidade da atuação, usou um critério para a sua escolha. “Procurei pessoas que tivessem contato com público e algumas até com a profissão que iriam encenar, justamente para quebrar a timidez diante da câmera”. Assim, um bancário da cidade foi o jornalista, uma enfermeira fez o papel de sua própria profissão e um frentista fez o papel de cigano. Este, inclusive, com um acontecimento inusitado durante as gravações. Enquanto esperava na esquina para entrar em cena, já caracterizado de cigano, um senhor a cavalo desceu a rua e começou a travar conhecimento com o ator, que não quis estragar o encanto e encarnou o personagem até o fim da conversa, até mesmo por um motivo bem plausível: o senhor a cavalo era sogro do ator e, detalhe, os dois estavam brigados há anos. Por fim, o cavalheiro foi-se embora se despedindo com um aceno sem reconhecer o genro.

Fotos: Arquivo Revelando os Brasis

2 comentários:

tadeu disse...

Ti-Luca,
Não sabia deste blog, muito bom ver notícias nossas na net, parabéns pela iniciativa. Aproveito e informo data de exibição do curta metragem: "O Barbeiro de São Pedro da União"
Dia 08 de Fevereiro as 14:30Hrs, Canal Futura(Reprise dia 10 as 23:30hrs).
Abraços
Tadeu.

(Ti-Luca) disse...

Obrigado Tadeu, "O Diretor", já vou atualizar o post, se tiver mais novidades comenta aí.
Abraço e até mais.
Ti-luca.