quinta-feira, 4 de junho de 2009

Reportagem na Globo Minas sobre o Barbeiro de São Pedro da União

A história de um barbeiro da pequena cidade de São Pedro da União, no sul de Minas, foi parar na tela do cinema. O roteiro, escrito por um comerciante, transformou moradores da cidade em atores.

2 comentários:

tadeu disse...

Parabéns pela cobertura, tô vendo que vc tá antenado em relação aos acontecimentos locais. Qto ao curta metragem, gostaria de destacar a importância de apoios para área cultural. Hoje, é só entrar no google e digitar, "O Barbeiro de São Pedro da União", verá quanto o nome de nossa cidade foi exposta, via net, por este país. Também destaco a exposição via TV, foram três reportagens, com destaque pra última que ultrapassou os limites da região, sendo exibidas pelo "Bom Dia Minas" e pelo MGTV, programas jornalísticos que cobrem todo o estado mineiro. Tudo isto graças a um contato que mantemos com a EPTV, durante a execução do filme. Também destaco a participação de populares no filme,deixando claro que pessoas comuns são dotadas de capacidades escondidas, que vem a tona em projetos como estes, portanto, prestemos atenção naquele que esta a nosso lado. Fiquei honrado com as homenagens por parte da Prefeitura e Câmara Municipal que deram a importância devida ao projeto Revelando os Brasis, que chegou a té nossa cidade via minha pessoa; Aliás todos os holofotes foram direcionados a mim,pois, fui o autor da História e Diretor do curta metragem, porém, deixo bem claro que executei tudo graças a equipe de trabalho que montei onde cito(Chiquinho,Eliane do Lazo Hiporta,Zetinho,Ronaldo do Otavio,Eridan,Maria Amélia,Vininho,Bagrinho,Lazinho,Ana Maria"Tia"),alguns foram atores, porem, a maioria que citei trabalharam atrás das câmeras,dando o suporte que eu precisava pra desenvolver um bom trabalho. Não posso deixar de mencionar os comerciantes de nossa cidade, tive coloboração deles, depositaram confiança em mim!.Também fomos objeto da imprensa escrita, matérias nos jornais Guaxupé,Muzambinho, Guaranésia, Passos...etc. Pra finalizar, esclareço que me coloco na posição de fã do "Revelando os Brasis" e do Instituto Marlin Azul,executor do projeto, aliás, tivemos a honra de receber em nossa cidade Beatriz Lindenberg,que juntamente com Lucia Caos, são as résponsáveis pelo mesmo. E finalizando digo que nada foi por acaso, pois, foram 712 inscrições de todo o Brasil, selecionaram 40, e entre essas o indivíduo que digita estes sinais grafícos que deixa bem claro que está aqui para somar e fazer valer uma das palavras do nome da nossa cidade "UNIÃO", de São Pedro da União. Um grande abraço e vida longa para este seu espaço.

Abraços,

tadeu disse...

em complemento ao comentário acima:
As filmagens foram todas em nosso município, contamos com o apoio da Prudutora Du-Bem de Belo Horizonte, composta por Luciana de Paula(orientadora), Ivan Candido(responsável pelo aúdio), Michelle Antunes(cinegrafista). Esta produtora tem um programa na Rede Minas, chamado Quipróquo, destinado a cena teatral de Belo Horizonte. A música tema do filme "Sanfona Vermelha", foi composta pelo Lazinho,e gravada no estúdio Alexandre Simões, de Guaxupé, assim como a narração de futebol, feita por Jacinto da Costa Matoso, gravada no mesmo estudio.; Continuando no assunto vozes!, Nilva, também colaborou ao anuciar morte de um dos personagens via serviço de auto falante, que nos foi gentimente cedido pelo Padre Jão Pedro. E pra terminar um destaque ao Felipe, "meu sobrinho", foi o contra-regra do filme, ou seja, aquele que acudia a tudo e a todos,ex; distribuição de roteiro,deslocamentos de objetos e equipamentos dentro e fora dos locais das filmagens, apoio na cena do cigano onde as portas se fecham sozinhas, confecção de identificação para produção etc.

De momento é isto;
Abraços...